Flor de ipê

junho 17, 2016


Um dia sem querer
Ela apareceu
Como o sol no amanhecer
Manhã que se enobreceu

Ali perto, beija-flor voava
Viu aquela pequena travessa
Linda e envergonhada
Que aos raios de sol se esmerava

Não sabia beija -flor
Que pouco ia durar
Aquela que com todo primor
Ele ia cortejar

Ave que insistia
Apenas perto dela, suas asas bater
Enquanto em sua paquera persistia
Ela não queria morrer

Tímida em dizer
Que pouco viveria
E que enquanto sobreviver
Também o amaria

Para espanto e surpresa
Ele não sabia
Que o tempo daquela delicadeza
Logo acabaria

E sem perceber
Um beijo dela ele roubou
Foi quando do galho do viver
Ela, com um suspiro se lançou...

Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube