A primeira noite

maio 02, 2016


Acordei as 6:30 da manhã no domingo. Quem acordar esse horário num domingo? Quem tem que terminar de empacotar as roupas e outras coisas. 

Os móveis do quarto foram saindo aos poucos. Primeiro a cômoda que já não tinha mais nenhuma roupa, depois as caixas etiquetadas com cada tipo de coisa dentro, depois os dois espelhos. A cama também, foi um pouco mais complicada de tirar, e por último a mesinha do computador e criado mudo. O que sobrou no quarto foi uma estante planejada e todos os livros - não daria mesmo pra levar.

Não deu pra sentir nada de manhã. Tomei café correndo, pois meu tio já tinha colocado tudo no caminhão e partiríamos para uma nova cidade. Não é tão nova pra mim, pois há séculos que vou e volto todos os dias de lá, quero dizer daqui.

Descer as coisas da mudança foi fácil. Difícil foi subir as escadas, sorte que é o primeiro andar. Meu pai e meu irmão ajudaram. As 9:00 da manhã um abraço de despedida e eu estava sozinha.

Organizar o quarto foi cansativo, mas em poucas horas já estava tudo arrumado (confesso que ainda tem duas caixas com roupas de verão, mas como não vou usá-las tão já, decidi deixar empilhadas num canto). Tenho alguns móveis pra comprar, mas a wishlist estará logo logo por aqui. 

A noite foi o que me pegou. Aquele baque de 'estou sozinha' veio com tudo e fiquei meio sem reação, olhando pro nada. Algumas lágrimas vieram. Sem internet (só com o 3G do celular), sem Salem, sem ouvir as vozes dos meus pais e irmão, sem televisão e sentindo frio. Foi um começo de noite complicado. Mandei mensagem para meus contatos mais próximos (obrigada à todos que conversaram comigo ).

Mas dormi bem, melhor do que eu esperava. Acordei algumas vezes a noite, mas não senti que estava num lugar diferente. Sabia exatamente onde eu estava: num novo quarto, numa nova casa. Ainda tem muita coisa pra arrumar, eu tenho uma roomie e eu sei que convivência é um pouco delicado, mas aos poucos lá vai se tornar um lar e compartilharei cada etapa dessa nova vida com vocês.


Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube