Mais que flor

abril 01, 2016



Não se pode amar uma flor somente pelo que se vê nela.
A beleza externa é uma métrica bem elaborada.
Uma flor não é formada somente de pétalas...
Quem vê somente o que é, ainda não conhece de verdade.
Somente uma flor...
Existe mais: células, vasos condutores, caule, espinhos, folhas e perfume...
O moço quer colher a flor, pobre moço. Não sabe ainda que quem a colhe para si, nunca a terá; uma flor colhida não dura muito tempo. Ela morre no instante que foi apanhada.
Por que quer a flor?
Para observá-la morta em um vaso de cristal?
Ei moço! Primeiro regue, observe o caule, aprenda a lidar com os espinhos...
Deixe-a vingar em solo fecundo.
Grande será o espetáculo diante de seus olhos se assim o fizer.
Quem sabe, poderá sentir o perfume desta flor e arraigar juntamente com a percepção do belo que lhe é transmitido.
Serás sábio, pois compreenderás os motivos dos espinhos de tão frágil primor!
E esta não será somente mais uma flor.
Pode-se amar uma flor por conhecê-la e por ter visto além do que qualquer um outro pôde.
Pois quem cuida de uma flor e não colhe irá tê-la por toda a vida...

Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube