Pollyanna Moça - Eleanor H. Porter

abril 16, 2015


Pollyanna Moça 
ISBN: 9788520925973
Editora: Nova Fronteira
Páginas: 198
Lançamento: 2011
Saraiva

Pollyanna Moça segue a mesma sequência de pensamento que o primeiro livro, Pollyana. Ela vai passar um tempo na casa de uma senhora super ranzinza que não vê sentido na vida, pois seu sobrinho foi levado quando bebê pelo pai e nunca mais foi visto. Desde então vive amargurada, com a casa fechada e sem sair.

Sua irmã mais nova já não suportando vê-la assim decide que ela precisa de um pouco de Pollyanna em sua vida e, como ela é uma enfermeira e cuidou de Pollyanna alguns meses atrás, resolve escrever à tia Paulina pedindo que Pollyanna passasse algum tempo na casa de sua irmã e conta toda a história que a impede de ser feliz. Como tia Paulina vai passar um tempo fora do país, e lendo a carta, ela não pensa duas vezes e manda Pollyanna para Boston.

Como no primeiro livro, Pollyanna vai trazer alegria para todos que moram por lá, mas vai perceber também que em uma cidade grande fazer amigos é algo difícil. Mas nem por isso ela se desanima.

Com as informações que fui recebendo sobre o sobrinho desaparecido, eu meio que tinha minhas suspeitas de onde ele poderia estar. Apesar de aparecer um novo personagem, elas não se abalaram e continuarem firmes. Mas nem por isso deixou de ser uma história fantástica novamente.

O livro tem duas partes. Essa primeira que Pollyanna vai passar uma temporada em Boston e uma outra alguns anos depois onde a menina já está com 20 anos.

Nessa outra parte Pollyanna vai descobrir o amor. E é algo tão bonito que é impossível não ficar na expectativa por ela. Lembrando que o livro se passar em 1915, então os costumes são diferentes. Mas apesar disso, o livro é atemporal. Tudo o que acontece pode ser imaginado nos dias atuais.

Como falei anteriormente em Pollyanna, esses dois livros são incríveis e aprendi muito com eles. Não me arrependo de ter demorado para lê-los, pois consegui absorver tudo o que ensinam e por em prática no dia-a-dia. É leitura recomendada para todas as idades e releitura para aqueles que buscam um sentido na vida.

Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube