Aurora

abril 10, 2015


Seis meses na imensa escuridão é o tempo que resguarda para notar a vida. É na ausência das formas que contempla o que poderia ter sido...
Do sol coleta apenas o calor em raios que sabe que existe, mesmo não o vendo...
A intensidade do frio congela o concreto, menos o abstrato. Faz-se - 30 oC , temperatura exata para aquecer o coração...
Ursos polares famintos esperam o momento propício para a caçada incessante e caminham pelos altos picos sombrios onde os ventos descansam.
A imensidão branca esconde um mistério e entre  esse segredo a razão de tão pouca luz... A Terra não está triste , apenas espera...
E perto das montanhas onde os ursos estão à espreita os raios coletados brincam com o vento. A timidez do encanto se quebra e o fabuloso espetáculo se inicia:
Jogos de luzes que invadem a escuridão e atingem o coração.
É o prêmio por toda espera e perseverança de não desistir.
Não é alucinação, é real.
Magia que invade a alma e enobrece os sentimentos.
Um sonho de poucos minutos que permanece...



Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube