Andorinha

abril 24, 2015



A brisa anuncia a chegada do inverno, é o verão que se encerra no hemisfério norte.
Precisam de novos ares e preparam-se para a longa viagem até o sul, é lá que encontrarão plantas florescendo e alicerces para o descanso de toda trajetória.
Aglomerado entre nuvens que enfeitam o céu e enche o imenso manto com pios de alegria. Lá vêm elas entusiastas atravessando o Atlântico.
Unidas se preparam para fugir do inverno e viajam milhas para aquecer seus átrios.
Sozinhas morrerão de frio e não chegarão a lugar algum.
Esvoaçantes estão em busca de raios de sol, a fim de que o acalento seja o cobertor para aninhar toda a esperança de vida na qual procuram.
Muitas ficarão pelo caminho, pois o cansaço da viagem será o fim da jornada, incumbindo as companheiras de continuarem.
O vento tocará suas asas e em conjunto seguirão em busca do destino certo. Somente unidas conseguirão contemplar toda a beleza da chegada.
Cada pouso é a certeza de uma vitória... E em conjunto são vitoriosas!
Nos fios de alta tensão pousarão contemplando o céu, lembrando as companheiras de viagem que estão voando mais alto, onde só existe primavera.
Não conseguiriam chegar tão longe  se estivessem a sós... Grande mistério da união! Dádiva da vida de não estar só e manter-se livre para que a vida se encaminhe...
Sozinho não se chega longe e nem perto, lugar nenhum é onde moram os que culminam em seu âmbito de solidão.
E juntos, como as andorinhas devemos voar, em busca de muitos verões...



Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube