Balões

fevereiro 20, 2015



Entre nuvens cobertas de partículas que um dia encheram os olhos de apaixonados eles vão cortejando a imensa tela gigante e lentamente se deslocam ao labor do vento.
Navegando entre paralelas esvoaçantes que acariciam o azul vão subindo deixando o mínimo mundo pela liberdade da peripécia da grande viagem.
Contornam a paisagem e divagam pelo que existe mostrando o que ainda não pode ser visto de perto...
Trafegam pelos sonhos espalhados na atmosfera.  São estes sopros reais que enchem os pulmões dos navegantes e asseguram a liberdade destes pobres sonhadores. Voando como pássaros soltos...
Divagam em busca de aventuras...
Pontos coloridos que enfeitam a imensidão; sem destino certo têm apenas um ponto de partida com mudanças de rotas para chegar a alguma exatidão fixa.
E lá vão eles...
...Ganhando o céu e se perdendo no infinito.

Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube