O martelo...

agosto 30, 2014


Jogue fora esse martelo que fere seu coração
Deixe que seu coração pulse somente pelo ato de viver...
As marteladas machucam a alma e fazem sangrar o que você tem de melhor...
Você se construiu pra chegar aqui, elaborou o que era a base de seus pais... Não precisa de pregos que perfuram seus ideais e fere o qual belo é seu caráter... Não necessite o que não tem e doe o que lhe falta... E descobrirá que não lhe falta coisa alguma.
Alma ferida é espírito sem paz, não queira o barulho em que não possa dormir com a consciência tranquila...
Reconstrua sua vida, mas não se esqueça da base... Silencie sua alma... E escutará o seu coração falando...
O cabo é pesado e o ferro oxidado para manchar sua personalidade... Largue-o! Este martelo caleja seus átrios e decompõe seu coração...
Jogue fora a culpa e arrependa-se de não ter feito isso há tanto tempo atrás...
Respire e sinta...
Ouça os estalos! As cicatrizes estão fechando...
Nunca se esqueça da base e fique em paz...
Toc ...toc... toc...
Sem medo... Sem martelo...
Abra a porta, pode ser a felicidade.                       
                                      

Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube