Livro: Ladrão de olhos de Jonathan Auxier

julho 22, 2014

Ladrão de olhos 
ISBN: 9788580442700
Editora: Leya
Páginas: 424
Lançamento: 2012

Acho que posso começar esse post dizendo que este foi um dos livros mais fofos que li na vida! Eu adoro histórias infanto-juvenis e abomino a ideia de que pessoas adultas não podem ler livros para crianças. Absurdo! São nesses livros que aprendemos as maiores lições para a vida.

Peter é um garoto cego, mas essa deficiência não o impede de fazer tudo o que uma criança faz. Ok, talvez ele não faça tudo já que fica trancado durante o dia num porão imundo, mas ele é especial. Ele enxerga com as mãos! 

Você já brincou de vendar seus olhos e tentar, com as mãos, descobrir quem é a pessoa a sua frente? Peter faz mais que isso. Ele consegue abrir cadeados somente usando seus dedos - incrível! Ele não pode se deparar com um cadeado que já quer tentar abri-lo. Foi essa capacidade que o fez descobrir o maior tesouro da sua vida: uma caixa de olhos. Os quais o levaram para o seu destino.
Reprodução

Apesar das tantas páginas para um livro infanto-juvenil, a leitura é rápida. A história é bastante descritiva o que solta a nossa imaginação nas mais variadas cenas. A princípio achamos que sabemos quem é o verdadeiro vilão da história, mas a verdade sempre vem à tona.

Peter passa por altos e baixos. Sendo cego ele precisa da ajuda de outras pessoas para saber o que está se passando a sua volta. Ainda bem que na maioria das vezes ele tem seu fiel amigo para auxiliá-lo nessas situações. E essa amizade é uma das coisas mais lindas do livro. Sabe aquela pessoa que você briga e discute por motivos adversos, mas quando ela ou você precisa sempre está a disposição? Amizade verdadeira!

O livro possui muitas partes descontraídas, mas também pega um pouco pesado quando precisa - principalmente nas cenas de guerra. Também aprendemos alguns nomes do mundo do crime para determinados dons - se é que vocês me entendem - por exemplo aquelas pessoas que conseguem se camuflar no ambiente ou aquelas que tem a mão leve.

Eu sou uma chorona nata e ao final do livro não foi diferente. Que final lindo, gente! Vocês devem ler esse livro hoje mesmo. Uma história onde aprendemos sobre amizade, coragem, confiança e esperança. Onde uma criança tem uma grande responsabilidade em suas mãos e apesar de achar que não pode fazer tal feito, pois é cego, mesmo assim tenta. 

Uma grande salva para Peter Nimble, o maior ladrão de todos os tempos! E claro, também para Sir Tode pela amizade e confiança.


Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube