Livro: Branca como leite, vermelha como sangue de Alessandro D'avenia

julho 31, 2014

Branca como leite, vermelha como sangue 
ISBN:  9788528615050
Editora: Bertrand Brasil
Páginas: 368
Lançamento: 2011
Cultura - Saraiva

Não sei vocês, mas eu sou fascinada por títulos grandes e diferentes. Quando vi o livro Branca como leite, vermelha como sangue é claro que o título me chamou a atenção, mas mais do que isso foi a capa super chamativa – os cabelos voando dão uma aparência de fogueira, não acham? Sem contar que o autor é italiano e nunca tinha lido nenhum livro de autores desse país.

Li esse livro ano passado e só agora que consegui reunir meus pensamentos para escrever esse post. A história mexeu muito comigo de uma forma boa e que não dava para explicar. É uma história linda e triste ao mesmo tempo em que o personagem principal, Leo, vai amadurecendo passando por diversos conflitos de sentimentos.

Há dois focos na narrativa que me chamaram a atenção. A primeira foi quando chega um professor substituto e muito diferente dos outros professores que já deram aula para Leo. O professor fala sobre sonhos e buscar aquilo que desejam e transforma-los em realidade. O segundo foco foi Leo colocar isso em prática.

A narrativa é em primeira pessoa, chega a ser quase um monólogo com poucos diálogos. Percebemos os conflitos de Leo com seus sentimentos e seus questionamentos sobre Deus, já que Beatriz está muito doente. E me lembrei que muitos de nós fazemos esses mesmos questionamentos de vez em quando.

O que se passa com Leo é algo muito intenso e nos pega em cheio. Ele sente demais e ama na mesma intensidade e por isso a narrativa é quase poética, chegando a ser melosa, mas nenhum pouco enjoativa. Durante todo o livro fiquei ao lado de Leo compartilhando cada pensamento e torcendo para que ele finalmente compreenda tudo o que está passando.

Para quem ainda não leu esse livro, não sei o que estão esperando para ler nesse exato momento. Leia, leia leia.

Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube