A caixa

junho 06, 2014


Sou a caixa que um dia você me presenteou...
Depositamos tantos sonhos nela, sonhos estes que continuam trancados  pelo cadeado que só você sabia o segredo... Era a descoberta dos planos que ainda não tinham sido projetados, estes lançados dentro deste pequeno compartimento... Pequeno como eu...
Você apenas seguiu o seu caminho, deixando esse medíocre cadeado, levando a chave de minhas expectativas...
Estou aqui... Sou essa caixinha de surpresas recheada de lembranças... Muitos já vieram com outras chaves para redescobrir o que eu tinha guardado há anos... Mas tudo foi em vão...
Não adianta forçar a chave, o cadeado só abrirá quando alguém descobrir o segredo... Aí terá a certeza de que está com a chave certa... O Mistério não está mais contigo...  Tenho certeza que a ferrugem corroeu o ferro daquela que em meus pensamentos, um dia, abriria essa tranca...
Meus encantos ainda estão mantidos dentro desta caixa, meus sonhos foram sequestrados por palavras, esse cubículo precisa ser aberto para surpreender os olhos do audaz persistente...
Muitos impiedosos queriam roubar o que estava mantido dentro deste pedaço de madeira, mas como ser feliz com algo que não lhes pertencem?
Madeira da fragilidade em forma de armadura...
Sou essa caixa de madeira, não mais um presente seu...
Um dia alguém vai chegar e descobrirá que o segredo é quebrar o cadeado, e libertar o passado dentro deste objeto... E não colocará nenhum cadeado, pois o que prende é maldade. E maldade é falta de caráter... Serei uma pessoa que saiu de uma caixa ... Caixa trancada por primórdios de fantasmas passageiros... Assim essa caixa será apenas uma lembrança que nos fará sorrir, pois através dela apareceu o que faltava para me surpreender...



Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube