Obscuro

maio 21, 2014


Saiu vorazmente por aí, são os monstros da mente obscura que correm  atrás de ti..
Cuidado! Tu és um fantoche de seus próprios empecilhos...
O vento uiva a tua derrota... E algo ri de você...
Fuja não fique mais... É fácil escapar de uma hora pra outra, mas não poderá se esconder a vida inteira...
Está vendo aquele sorriso amarelado?
É pra ti... Não adianta correr com ele, nem se esconder... Enfrente-o!
As teias da vida se entrelaçam como ninhos de aranhas abandonados... É um inseto querendo escapar de sua própria armadilha... Isso sufoca...
Saia desse emaranhado de desconcertos... Desate-se...
Grite! Ele precisa saber quem você é... Está te roubando aos poucos e você não consegue controlar mais... Pedaço a pedaço ele te derrota... Mas não se esconda... Ele te encontra... E sussurra que você não pode... Você ainda acredita... Não dê ouvidos... Continue,  não espere ele te remoldar...
Cuidado! Ele está bem mais perto que imagina e viaja na sua mente só pra te desencorajar...
Ele ri, pois você está indo onde ele queria...
Ele já roubou seus sonhos agora está te roubando de você ...
Você pensa que é seu amigo e ainda o chama de consciência, mas é ele quem te assusta...
Tema , mas não se espante ... Prazer! Apresento-te o MEDO...


Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube