Aquele olhar

fevereiro 20, 2014


Sentada na beira da calçada a menina ficara esperando alguém passar.
Passou um daqueles que estimava seus desenhos; depois outro que gostava de sua voz e aquele outro que elogiava seus belos e longos cabelos...
De caderneta na mão e lápis ela rabiscava algum desenho, pensando passar por aquela estrada rascunhada esse alguém que daria sentido para aquele esboço.
Foi quando um desconhecido passou, e sem ela notar fixou seus olhos nela. E sorriu com os olhos a sinceridade que tinha guardado em seu coração.  Mas ela não percebeu...
Escorria a sutilidade por meio do brilho daquele jovem esperançoso...
Todo o dia, o garoto passava por aquela rua, onde a menina sempre se encontrava sentada na beira da calçada...
Dia após dia...
E os olhos se fixavam nela... Mas ela não percebia o que os olhos falavam.
Ela está lá, no mesmo horário. Mas não vê...
Aquele jovem era e sou eu...  Na rua daquela menina que espera alguém passar...
Estou passando... Um dia talvez ela perceba esse alguém...
...Esse alguém que fala com os olhos enganando o coração que não para de pulsar...
Mas basta que ela me veja com os mesmos olhos que estão fixados naquele desenho descrevendo um caminho que não existe... Estrada que ainda não foi descoberta Naquele Olhar...
E Aquele olhar era o meu...

Você também pode gostar

2 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube