Tempo passageiro

junho 12, 2013


Cogito o que eu faria se fossem realizados todos os meus sonhos. 
Sonhos que venho idealizando para criar alguma forma. 
Que forma será esta?
É complicado avaliar os fatos quando não conhecemos as pessoas ou dá-las alguma estrutura coerente.
A primeira vez que o vi foi em uma ensolarada manhã de domingo. 
Lembro quando de longe o avistei, mas não tive coragem de me aproximar, vi timidez em seu jeito de andar e confusão atrás de seus olhos castanhos. 
Talvez seja sério demais para falar o que pensa, e nossos pensamentos estejam mútuos em meio às incertezas observadas.
Penso nas chances desperdiçadas, em que poderia ter encontrado o que buscava, tive oportunidade, mas não procurei.
Um sorriso desconsertado seria alguma prova real da afirmativa afabilidade. 
Será que ele sabe quem sou? 
Dele só sei o nome, apenas o nome...
Não existem castelos, nem fórmulas... 
Existem pessoas criativas! 
Sobre amor, entendo muito pouco... 
Acostumei-me com a racionalidade das coisas.
Preciso escrever, mas como compor algo sem expressar os sentimentos?
Não consigo concentrar nas cifras, o violão está desafinado, lembrei-me... 
Gostaria de parar um pouco e descansar.
Vou pausar esses pensamentos, pois estão além do meu alcance, apenas alguns centímetros do chão.
Equívoco é querer algo e deixar passar. Estou equivocada! Passando...
O que me resta? Algumas belas palavras e uma canção que não assinei.
Um dia sei que ele ouvirá e se lembrará daquelas tímidas manhãs ensolaradas, e eu?
Estarei bem longe...
Longe em pensamentos.
E restará dessa história apenas uma canção desse tempo passageiro:



The sunny mornings are already not the same anymore.

When far away I saw you,
            I believed… it was not true.
You said me good morning with that shy smile and you
didn’t know that it
was all I needed.
But time passes and I pass with it.
But time passes
My fear was to never forget. I fight every day!
I’m strong! I cannot let that my days be only illusions.
But time passes and
I pass with it.
You are somewhere and I’m here.
But it’s never too late.
Just remember me even not knowing who I am.
Because time passes and I pass with it. Love?
I don’t know what it is.
I just imagine you arriving
 And I smile with all the happiness from the world. I
 become ashamed to be near.
                                                                                 But time passes.
I fall asleep to dream about you. 
                                                                                  I come back in the Sunday mornings.
                                                                                    But time passes, and me?



Você também pode gostar

2 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube