Efeito do álcool

dezembro 19, 2012


Pessoas de vários jeitos e tamanhos... 
Alguns adolescentes fingindo serem adultos, e outros adultos que se parecem com adolescentes. 
A alegria estampada nos rostos fantasiosos de cada um, a sanidade ilusória vestida de coragem de chegar, sabe se lá onde. 
As ações concretizadas pelos efeitos contrários. 
Mariposas viram borboletas, borboletas lagartas e lagartas se transformam em vagalumes reluzentes. 
Casais formados ao acaso: conquistas baratas, palavras ambíguas com sentidos duplos e olhares enviesados. 
É a subtração adquirindo resultados negativos em escalas exponenciais. 
Tudo acontecendo tão rápido, e indo embora vorazmente.
Estão todos anestesiados: uns procuram o caminho de casa, outros a chave do carro e alguns ficam por ali mesmo... 
Talvez a neblina faça com que a memória volte. 
O que se lembrar de algo que não fez diferença? A cabeça dói? Pra que lamentar o evitável?
Isso tudo não passa de uma alegria momentânea dentro de frascos enganosos, com rótulos, odores e nomes diferentes, sem validades ...mas todos com o mesmo efeito...




Você também pode gostar

0 Comentários

Like Us on Facebook

Youtube