A construção

novembro 20, 2012


Deus já deixou o solo preparado. 
Quando cheguei a base já estava pronta: Família. 
Resolvi dar uma força e ajudar a levantar as paredes, um tijolo aqui e outro ali: Amigos. 
Como as paredes estão altas! 
Hora de colocar os caibos : Escola. 
Acabaram os parafusos como irei pregar a madeira? Ah! Achei. 
Uma martelada aqui outra ali: Trabalho. 
As telhas estão chegando... 
Nossa! Estava me esquecendo de quanto chove por aqui: Maturidade. 
Estou colocando as janelas e as portas: Luz para caminhada. 
A pintura são as pessoas que vem e vão... 
Muitas que permanecem, e outras que se corroem com o tempo e somem da vida da gente por simples motivo de não colorirem o suficiente. 
O chão estou revestindo de cerâmica, lustrarei a cada dia, se não cuidar sei que se deteriorizará : namoro. 
Ainda falta muita coisa, não poderei terminar tudo. Pois talvez nem chegue a ver o fim dessa minha construção. 
Mas continuarei a revestir o chão com cerâmica, talvez um dia veja seu brilho . 
Pintarei todos os vãos das janelas e portas , para que a tinta seja permanente. 
As janelas e portas eu deixarei abertas dias e noites para que a luz do sol e da lua possa refletir seu brilho. 
De vez em quando algum desavisado quebra uma telha ou outra, mas sempre estou de olho... Quando os parafusos se afrouxam tenho sempre um alicate em mãos para apertá-los. 
De vez em quando alguns quebram , mas devo também fazer umas trocas. 
Seguro nos caibos, sem eles não chegaria onde estou. 
Os tijolos posso contar a dedo, sem eles as paredes não estariam tão altas. 
E sem a base eu não estaria aqui ... Mas... Se o solo não estivesse preparado, não teria base, parede nem nada... Sem base, tijolos ou paredes: sem construção.

Você também pode gostar

1 Comentários

  1. Belas palavras Tah! Que cada tijolo dessa costrução seja revestido com o cimento da sabedoria.

    ResponderExcluir

Like Us on Facebook

Youtube